domingo, 13 de abril de 2014

Uma 'Última Ceia' repleta de História, mas cheia de ideias contemporâneas


O chef executivo do Penha Longa Golf Resort, João Alves, e o chef executivo do restaurante L'AND, Miguel Laffan, foram desafiados pelo Canal História a recriar de uma forma vanguardista e criativa a Última Ceia de Cristo com base nos ingredientes usados num dos momentos mais transcendentais na história da humanidade. A iniciativa foi gravada e está a ser emitida diariamente no Canal História pelas 17h59 e 21h05 até ao dia 20 de abril. 

O Marcas Avant-Garde também aceitou o desafio e foi visitar o restaurante il mercato, no Penha Longa, em Sintra, onde degustou um menu da Última Ceia cheio de ideias contemporâneas, mas repletas de história e sempre com recurso a produtos típicos portugueses e da estação. As fotos de cada prato são tão apelativas quando o sabor que cada ingrediente tem e a forma como estes são combinados entre si. 

Pessoalmente, fiquei deliciada com as finas lâminas de peixe-galo, um produto tão típico dos nossos Açores e que faz um contraste arrebatador com o gel de laranja e a beterraba que lhe servem de cama. O sável, outro produto tão tradicional do nosso país, sobretudo na zona do Ribatejo, conquistou-me pelo sabor, mas também pela história que está por trás do prato com as espinhas a simbolizarem os espinhos da coroa de Cristo e o vinho reduzido o seu sangue. 

Na entrada, é impossível ficar indiferente aos ovos de codorniz e às ovas e no prato de carne são as duas texturas do cordeiro que nos deixam rendidos. Já a sobremesa (o meu calcanhar de Aquiles) não podia ter uma junção mais tradicional, com as maçãs, os frutos secos e canela, mas a textura surpreende, sobretudo através do uso de uma espécie de suspiro doce.

Mas se vamos ao Penha Longa, não podemos falar somente da comida. O espaço envolvente cativa qualquer um com os mais de 200 hectares de terrenos de golfe, o hotel e várias casas de campo distribuídas pelo resort e ainda a histórica e mágica vila de Sintra ali ao lado. O facto de ter um segurança à porta pode intimidar quem vai simplesmente jantar ao il mercato ou a outro dos restaurantes, mas a verdade é que um espaço assim exige que haja segurança e um tratamento especial para cada cliente.

  1. Ervas amargas e vegetais com ovos e ovas, vinagre e azeite virgem extra;
  2. Finas lâminas de peixe-galo, beterraba, gel de laranja sanguinária, salicórnia e rebentos;
  3. Sável e pão de outros tempos numa receita tradicional;
  4. Cordeiro de leite em duas texturas, cheróvia fumada, vinho e cebola com a flor de grelo;
  5. Charósset XXI - Maçã, frutos secos, canela e vinho tinto.

Sem comentários:

Enviar um comentário