Um pedacinho de M'Ar no coração do Alentejo


Este fim de semana foi passado por terras alentejanas. Apesar de já conhecer Évora, ainda não tinha ficado no M'Ar de Ar Aqueduto Historic Design Hotel & Spa e sinceramente é impossível não adorar. Dá vontade de ficar lá a viver. Mesmo com as temperaturas elevadas no Verão, este espaço hoteleiro oferece um sem número de atividades que nos fazem esquecer o calor. Piscina, esplanada, massagens e ginásio são apenas alguns dos encantos de um hotel onde a história e o contemporâneo coabitam de mãos dadas. Este espaço que foi palácio e residência da família abastada dos Sepúlveda, uma fábrica de confeções e que depois ficou ao abandono durante uma década, ganhou um novo fôlego em 2008 e deu uma dimensão diferente à zona do Aqueduto de Évora.


Localizado numa das entradas de Évora e a poucos minutos a pé da Praça do Giraldo, esta unidade hoteleira de cinco estrelas é um claro convite ao descanso e aos pequenos luxos da vida. Com recantos especiais e pedaços de história como os tetos em abóboda, a fachada com três janelas em estilo manuelino, alguns frescos e até um poço antigo, é ideal para uma escapadela romântica de fim de semana.
Além do conforto dos quartos, das ofertas de relaxamento do SPA e do fitness do ginásio, o M'Ar de Ar Aqueduto dispõe de uma zona de leitura, uma esplanada e um deck com acesso ao Bar e dois espaços de restauração de qualidade excecional: o Sushi Bar e o Degust'AR , ambos com acesso também para não hóspedes.
Apenas experimentei as delícias da cozinha alentejana pelas mãos do chef executivo do Degust'AR, António Nobre, e fiquei rendida às suas reinterpretações dos pratos tradicionais desta região que fazem jus à qualidade dos produtos nacionais. Neste caso, acho que as fotografias valem por mil palavras. Uma verdadeira delícia! Só a balança é que não gostou...




Mas como fazer férias também inclui viver e conhecer a cidade e a sua história, há imensas propostas para ocupar as horas mais frescas do início do dia e do final de tarde/noite. Fazer um passeio de bicicleta ou a pé até à Praça do Giraldo e visitar o Templo de Diana, o Museu do Artesanato e Design de Évora e a Capela dos Ossos são algumas ideias interessantes.
No regresso, fica a sensação de deixar um M'Ar que não tem areia e muito menos água salgada, mas que nos dá a paz e a harmonia de um céu azul que nos enche a alma e nos convida a voltar.



Share:

0 comentários