Impossible not to love June


Este é sem dúvida o meu mês preferido. Se já era na infância por ser sinónimo do final das aulas e do início dos três saudosos e longos meses de férias, depois de ter sido mãe de uma Leonor a 3 de junho e de casar com um Caranguejo de dia 28, este mês transformou-se numa verdadeira felicidade de acontecimentos e comemorações.

Além dos aniversários, ainda há espaço para o Dia da Criança - que se celebrou ontem -, para os Santos Populares e para as sardinhadas, para os almoços de família na varanda, para a chegada do Verão e para os finais de tarde na esplanada de olhos postos no mar.
Sim, acho que junho me completa.

Share:

0 comentários