Dilema da semana: «Mamã não quero lavar a cabeça!»


Já tinha ouvido várias mamãs e papás comentarem casos de crianças que não gostam de tomar banho. No entanto, nunca imaginei que tal pudesse suceder com a Leonor. Apesar de haver dias em que ela não quer entrar na banheira e em que depois não quer sair de lá, a verdade é que sempre achou o máximo às brincadeiras dentro de água. Fazia de sereia, brincava com aqueles bonecos de borracha da Imaginarium que deitam esguichos de água, agarrava a esponja para lavar os pés, os braços e a barriga e até fazia bolinhas de sabão. Nunca faltava animação, só faltava mesmo era espaço para tantos brinquedos e tempo para tantas brincadeiras.

No entanto, agora, com 30 meses, deixou de ver na água um amigo e fica em stress cada vez que dizemos a palavra 'banho'. Começa a choramingar e a dizer que não quer lavar a cabeça. «A cabeça não, mamã! A cabeça não!», teima em repetir a mesma frase vezes sem conta e nem sequer nos deixar explicar seja o que for. Entra em modo 'vidrado' e nem consegue desfrutar de um momento que eu gostava que fosse de lazer e de diversão...

Eu e o papá já tentámos de tudo, incluindo ser só o pai a dar-lhe banho ou só eu, sugerir levar brinquedos e bonecas novas para dentro de água ou intercalar os duches mais rápidos sem lavar a cabeça com o banhos mais demorados. No entanto, o feedback é sempre o mesmo: «Nãoooo, a cabexa não, mamã!!!»

Alguém tem alguma dica/conselho?! Espero mesmo que seja só uma fase... e que passe rápido.

Share:

0 comentários