O poder das impressões digitais nos novos smartphones da Wiko


Há uns anos, e não muitos certamente, quem imaginava que bastava usar um dedo (uma impressão digital) no ecrã do telemóvel para o desbloquear e/ou aceder diretamente a uma aplicação ou a uma funcionalidade, como por exemplo, o e-mail ou as SMS? 

Mas mais do que isso, quem imaginava que seria possível 'apanhar' a namorada ou o namorado ciumento que tentou cuscar as nossas mensagens privadas ou as nossas fotografias?

Antigamente bastava carregar numa tecla para desbloquear o teclado e aceder a tudo, hoje já há smartphones que tiram foto ao 'intruso' que tenta consultar conteúdos privados... Sim, leram bem. Os novos telemóveis da Wiko não só têm um sensor que identifica as nossas cinco impressões digitais e as associa a funcionalidades, como ainda tem um sistema de segurança que impede outra pessoa de o usar e lhe tira uma foto para registar o momento. Já estou a imaginar as caras dos namorados a serem literalmente apanhados...



Na última semana fui conhecer o novo modelo UFeel da marca francesa Wiko que permite registar até cinco impressões digitais e personalizar o seu uso, além de ter um ecrã curvo para facilitar a sua utilização, 16GB de ROM ampliáveis em mais 64GB com cartão micro SD, 3BG de RAM, câmara traseira de 13MP com foco automático e câmara frontal de 5MP com flash LED. O novo smartphone está disponível em três cores diferentes: Chocolate, Creme e Cinzento Espacial pelo preço recomendado de €199, valor que a marca acredita ser bastante competitivo.

A nova gama U inclui também o Ufeel LITE (PVP: €179) que tem um estrutura metálica em alumínio, mas menos memória RAM do que o anterior (2GB) e menos MP na câmara principal (8MP em vez de 13 do Ufeel 'original'). Ao nível de cores também se apresenta em três tons bem giros: cinzento sideral, chocolate e ouro rosa.


A completar a nova gama, há umas capas originais com uma janela interativa onde aparecem as app que escolher e que não precisa de abrir se quiser só atender uma chamada ou ouvir música.

Share:

0 comentários