Sete benefícios de ser mãe trabalhadora


Com o regresso ao trabalho marcado para amanhã e o baby Pedro literalmente sentado no meu colo a brincar, comecei a fazer pesquisas online sobre as vantagens de ser mãe e ter uma carreira ao mesmo tempo. Nesta saga por tentar ver o regresso de uma perspetiva mais positiva encontrei uma lista que é baseada num estudo da American Psychological Association e que destaca sete benefícios que me deixaram bem mais animada.

1. Ser um exemplo para os filhos
Trabalhar fora permite ensinar prioridades, decisões e sacrifícios que muitas vezes se têm de fazer na vida e mostra aos filhos que há recompensas para quem trabalha duro, como férias em família, melhores estudos, prática de atividades físicas e outros hobbies. Além disso, há um outro estudo da Universidade de Harvard que diz que as jovens cujas mães sempre trabalharam arranjam emprego mais rápido, ganham mais e têm cargos de maior responsabilidade.

2. Sentir-se mais realizada
Quando as mulheres são mães muitas vezes colocam paixões, talentos e outros projetos de lado, atitude que as pode deixar ressentidas e insatisfeitas, mas que pode ser 'aliviada' com o regresso ao trabalho.

3. Ter controlo financeiro
Mesmo que seja apenas um part-time ou que o salário não seja nada de especial, o que é certo é que 'contribuir' para o orçamento familiar dá uma sensação de independência e de confiança que é positiva. Além disso, não dá azo a sentimentos de culpa por estar a usar o dinheiro que não ganhou...

4. Manter a sua identidade
Muitas vezes quando nos tornamos mães perdemos um pouco de nós e ganhamos uma 'nova' identidade, passamos a ser «a mãe do baby Pedro e da Leonor» e deixamos de ser simplesmente «a Patrícia». Trabalhar fora permite e até exige manter a sua própria atitude, o que é importante até para quando a criança cresce e percebe que é um ser humano independente da mãe. 

5. Recuperar a vida social
Mesmo que ser mãe a tempo inteiro implique uma agenda preenchida entre fraldas, babetes, roupa, compras e casa para organizar e que proporcine uma companhia constante, a verdade é que muitas mulheres se sentem sozinhas e isoladas. Ter um emprego fora de casa permite-lhes ter conexões sociais com outras pessoas (adultas e não bebés), o que ajuda a manter a sanidade mental.

6. Contar com um marido mais dedicado
Uma das maiores vantagens de trabalhar fora é precisamente o beneficiar de uma ajuda extra do papá. Com a jornada dupla da mãe, o marido sente que tem de participar mais nas rotinas dos filhos, o que fortalece a sua relação com os mesmos, e ainda acaba por ajudar mais na hora de desempenhar as tarefas domésticas, nem que seja a levantar a mesa ou a pôr a loiça na máquina. Além disso diminui as discussões sobre quem trabalha mais...

7. As saudades podem ser boas
Esta é da minha autoria e acho que é das mais importantes. Não há nada como regressarmos a casa para encher de mimos os nossos bebés e as saudades ajudam a dar-lhes mais atenção e a rentabilizarmos melhor o tempo.

Share:

0 comentários