sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Férias e o pânico de preparar as malas quando se vai com crianças


Antes de ser mãe era um 'Ás' na preparação de malas de viagem. Fosse para estadias curtas, longas, de verão ou de inverno, sabia sempre como distribuir a roupa dentro da mala de forma a ganhar um espacinho extra para mais um vestido ou dois. Nunca me esquecia de nada - a memória era outra - e ainda conseguia trazer um ou dois recuerdos dos destinos. 

Hoje, com dois filhos pequenos e mais um marido, entro em stress cada vez que penso no momento de organizar a mala e muitas vezes levo roupa a mais com receio que os miúdos se sujem mais do que previa ou que entretanto o tempo mude e chova ou faça frio. 

Resultado: há sempre roupa e brinquedos que nem saem da mala
Por isso, para ajudar mamãs que se sintam assim meio perdidas na hora de se prepararem para ir de férias, aqui ficam alguns conselhos meus e outros da showroomprive.pt. Eu, espero colocá-los em prática em breve.

  1. Planifique: não precisa de escolher um look para cada dia, mas ajuda imenso saber quais as atividades planeadas para levar roupa adequada. Por exemplo, outfits confortáveis e ténis se vai fazer desportos radicais; roupa fresca se vai numa excursão; e fatos de banho se a maioria dos programas incluem piscina e praia;
  2. Evite excesso de peças iguais: quantas vezes não pensamos: «e se chove? e se faz frio?» e acabamos por colocar três casacos, três pares de meias extra, três camisolas de malha e três pares de calças. Depois acabamos por não usar nada. Na prática basta um de cada, mas em cores que fiquem bem com tudo. Por exemplo, um casaco branco, umas calças de ganga e uma camisola de malha creme ou azul.
  3. Tire tempo para fazer a lista: com crianças não é fácil ter tempo, mas mais vale perder mais uns minutos a escolher o que quer levar do que depois arrepender-se em plenas férias de ter levado excesso de vestidos e poucos calções ou de se ter esquecido de levar mais do que um fato de banho... O ideal é colocar a roupa em cima da cama e visualizar as possíveis combinações, tanto no caso da roupa dos miúdos como dos graúdos;
  4. Saber dobrar a roupa pode fazer milagres: colocar na base da mala os sapatos (com meias no interior para rentabilizar o espaço) e outros objetos pesados, criando uma superfície sobre a qual poderá apoiar logo de seguida as suas roupas é o primeiro passo. Depois tente não dobrar demasiado a roupa para evitar que se amarrote e que ocupe mais espaço e aproveite os 'buraquinhos' entre peças de roupa para colocar cintos, cuecas e biquínis e fatos de banho;
  5. Escolha quatro looks básicos: uma estratégia que pode ajudar na hora de fazer as malas é escolher quatro visuais para quatro programas diferentes: ir à praia/piscina com os miúdos, sair à noite/dançar com o marido (se conseguirem), ir ao ginásio (se as crianças lhes derem descanso) e jantar com os amigos;
  6. Para as crianças: Prefira levar roupa do que fraldas ou toalhitas porque estas se compram em qualquer sítio se o stock acabar de repente; leve no mínimo dois fatos de banho, dois pares de calções para levar para a praia e dois vestidos no caso das meninas; não se esqueça de levar um visual mais quente para as noites, por exemplo, casaco e/ou uma camisola com capuz, uns ténis e umas calças; chapéus, protetor solar, toalha da praia e os brinquedos de praia também não podem faltar.
  7. Para todos: champô e gel de banho (de preferência em formato viagem); um bom creme super hidratante que dê para quase todos; máquina fotográfica e/ou câmara de filmar; tablet ou telemóvel ou portátil (tente escolher só um para poupar espaço); e chapéu de sol para a praia.

Sem comentários:

Enviar um comentário