E-Fluent5: novidades que mudam a vida de qualquer pai ou mãe


O post de hoje é dedicado às novidades do mundo da puericultura que conheci no evento internacional Le Spot des E-Fluent, em Paris. Mas fiquem descansados que aqui não há lugar para secas ou posts 'encomendados'. Só mesmo coisas giras e úteis como os lápis da Munchkin que dão para pintar a banheira e os azulejos e depois limpar (e voltar a pintar); os divertidos e coloridos vernizes da nailmatic que saem só com água; as chuchas personalizáveis da Luc et Léa; as escovas de dentes ergonómicas da Elgydium para os nossos bebés logo a partir dos três meses; aquecedores da Dyson que filtram o ar; e até uma espreguiçadeira da BabyBjörn em versão XXL para as mamãs e para os papás.



Estes 'lápis' de colorir da Munchkin foram concebidos para tornar a hora do banho ainda mais animada e é sucesso garantido, sobretudo quando eles andam naquela fase em que não acham tanta piada ao banho. Indicados para maiores de três anos, estes lápis dão para pintar banheiras e azulejos e saem simplesmente com um pano húmido. A minha princesa já é 'cliente' da marca e acaba por ser ela própria a querer limpar os desenhos, só espero que com o tempo não perca este gosto pela 'limpeza', mas também pelo desenho. Não há melhor forma de estimular a criatividade dos mais pequenos. 


E para quem tem meninas, aqui está outra perdição. Eu confesso que este foi dos presentes que a Leonor mais adorou. Na noite em que cheguei de Paris ainda tive de andar a fazer manicure e pedicure cor de rosa ahahah. Além de terem cores muito giras, não têm componentes agressivos para as suas sensíveis unhas e saem como os lápis anteriores, simplesmente com água. A nailmatic é uma marca francesa com experiência em vernizes para as mamãs e para as princesas que distribui para todo o mundo, por isso, não há desculpas se não os encontrar na loja da rua. 


Já sei que não é assim tão novidade, mas não deixam de ser giras, coloridas e ainda por cima personalizáveis. A coleção de chuchas da Luc et Léa dos Laboratoires Gilbert são de silicone, previnem as irritações da pele devido à sua curvatura para fora que evita que a saliva se acumule entre a chucha e a pele e ainda têm cores apelativas e podemos escrever nelas quase tudo o que quisermos. 'J'<3 ma Maman' é das minhas preferidas... porque será?



Apesar dos nossos babies não terem dentes logo aos três meses, salvo raras exceções, a verdade é que o hábito de higiene das gengivas e da língua devem começar logo a partir dessa idade de forma a eliminar restos de leite e até prevenir cólicas. E estas escovas da Elgydium para babies são tão giras. As cerdas são super suaves e nada agressivas e as cores são o motivo pelo qual eles próprios ficam com vontade de escovar os dentes sozinhos... vá, pelo menos de morderem a escova toda. Ahahaha o baby Pedro foi a primeira coisa que fez quando lha dei. Além desta gama, é impossível não falar das pastas dentífricas da marca com cores, sabores e cheiros que tornam o momento da escovagem de dentes mais apelativa. A Leonor é fã da 'Bubble'. 


Esta espécie de gadget é perfeita para todos, quer se tenha filhos ou não. Além de aquecer ou arrefecer a sua sala ou quarto e de dar para mudar o foco e a difusão de calor ou frio, este produto da dyson ainda filtra as impurezas do ar, o que é ótimo para os mais pequenos, mas também para quem sofre de alergias ou de outras patologias respiratórias. 


E para terminar este post em grande ou pelo menos em estilo zen/relax, aqui fica uma das invenções mais engraçadas do Spot des E-Fluent, na minha modesta opinião, claro. A espreguiçadeira XXL da BabyBjörn para mamãs e papás. Sim, tive de a experimentar, era difícil não o fazer, sobretudo porque sempre que vimos os nossos príncipes a dormirem ou a brincarem nela pensamos: «deve ser mesmo confortável». E é. Ergonómica, flexível e relaxante. Penso que estes são os três melhores adjetivos para a descrever. Fica só uma 'crítica': acho que o pormenor de poder 'prender' os papás é uma adaptação demasiado literal da coisa, sendo que seria mais interessante ter, por exemplo, uma faixa para prender o bebé. Quantos de nós já não estivemos a dar leite ou a amamentar os nossos príncipes e nos apeteceu adormecer com eles encostados a nós para evitar o bolsar ou simplesmente para estarmos mais tranquilos e sem medo que ele nos caia do colo...

Share:

0 comentários