quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

O medo de dizer que estou a fazer dieta



Já todos sabem que quero fazer dieta... aliás, expliquei-me mal. Vou recomeçar: Já todos sabem que quero perder peso, porque fazer dieta rigorosa não me apetece muito e imagino que também não apeteça a muitos... mas cheguei à conclusão que só entrando numa dieta equilibrada e fazendo exercício é que irei conseguir perder os quilinhos extra que ficaram das gravidezes... e até aqueles que vieram depois, é que isto de acordar quatro ou cinco vezes durante a noite para alimentar o baby Pedro envolve muitos assaltos à despensa e ao frigorífico e nem sempre é para ir buscar uma peça de fruta ou um iogurte. Na maioria das vezes, são as bolachas, essas malandras escondidas dentro de pacotinhos bonitos, que me conquistam... e há noites piores em que não resisto às batatas fritas e aos chocolates... 

Quando decidi que queria perder peso, pensei que podia partilhar essa boa nova com vocês, mas logo a seguir arrependi-me e achei que isso ia complicar ainda mais a minha decisão, pois com 'público' iria ser um desafio mais exigente... E foi aí que percebi que se calhar ainda não estava motivada o suficiente e isso era o que me atormentava, era isso que me deixava cheia de medo de dizer aqui no blog que vou entrar em dieta e ir até para um ginásio. 

E se de repente tivesse muitas tentações alimentares e não lhes conseguisse resistir? 

E se de manhã preferisse ficar na cama em vez de ir para a piscina dar umas braçadas ou para a aula de yoga fazer uns alongamentos?

E foi ai que percebi que estava totalmente no caminho errado, no caminho do esconder-me e do fugir do inevitável que é perder peso e ter uma vida mais saudável, por mim, mas sobretudo pelos meus príncipes que precisam de uma mãe que consiga correr com eles sem sentir dor de burro nos primeiros metros, andar de bicicleta sem desistir na primeira subida e até pegá-los ao colo sem sentir que estou a ficar sem forças a meio...

Are you with me?

Sem comentários:

Enviar um comentário