quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Assunto tabu lá em casa: acabar com a chucha


Nunca pensei muito na questão da chucha, até porque a princesa Leonor nunca achou grande piada à mesma quando era mais pequena e só começou a usá-la regularmente a partir do primeiro ano de vida. O problema é que hoje em dia não vive sem ela. 

Desde que entrou no colégio, aos dois anos e meio, que lhe dizemos que é só para dormir: a sesta na escola e à noite em casa. Mas já lá vai mais de um ano e nem sempre é só para dormir, tantas vezes que a apanho de chucha na boca enquanto vê TV ou quando está simplesmente a brincar. Já perdi a conta às vezes que lhe disse: «Leonor a chucha é só para dormir!»; «Olha que estás a ficar com os dentes tortos...»; ou então «De chucha não te percebo...». E realmente ela no momento tira-a, mas o problema é que passado uns minutos esquece-se e lá vai buscá-la e coloca-a na boca quase sem pensar...

Ainda pensei em dá-la ao Pai Natal, em troca dos presentes, mas depois temi que ela começasse a associar o Natal ao fim dramático e triste da chucha e achei melhor não o fazer.

Agora, resta-me tentar fazê-lo de uma forma 'normal' e natural, mas sinceramente não sei como é isso... sim, as mães bloggers também têm dúvidas. Help!!!

2 comentários:

  1. A minha tinha 3 chuchas à falta de uma. A partir dos 3 anos e à medida que se foram estragando e rompendo, disse-lhe na farmácia não vendiam chuchas a meninos com 3anos. As velhas foram fora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha já só tem uma chucha e também já a avisei que será a última porque não irei comprar mais... por isso ela não perde a dela de vista ahahah ;) agora resta esperar para ver se ela decide sozinha deixar a chucha ou então tenho de arranjar uma estratégia do estilo dar ao Pai Natal; deixar na árvore das chuchas; ou mandar para o mar... Boa sorte também <3

      Eliminar