segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Faltam 20 dias...

 

E como que por magia, o meu baby Pedro está a 20 dias de celebrar o seu primeiro aniversário. 

Vê-lo a caminhar pelo próprio pé, a dar gargalhadas nas brincadeiras com a mana Leonor, ouvi-lo a chamar-me "mamã" e vê-lo a esticar-se para me abraçar não me podia deixar mais babada e mais feliz. 

Mas estes 20 dias são também o countdown para o fim do horário reduzido (da amamentação). Como se já não chegasse o ter de trabalhar alguns domingos, em que por motivos óbvios não posso estar com a minha família, ainda vou passar a ter o "bónus" de trabalhar mais duas horas por dia e ter um dia na semana em que entro mais tarde, mas em que saio às 22h, ou seja, menos uma noite em que os posso adormecer. 

Se o regresso ao trabalho depois da licença não foi fácil, este regresso à realidade horária pré-maternidade não podia ser mais asfixiante. 

Se hoje a agenda já estica e as tarefas se multiplicam (e acumulam) com uma carga horária diária de 5 horas efetivas de trabalho e meia hora de almoço, não quero imaginar como será dentro de 20 dias...

Antecipo menos tempo para os príncipes e para o marido, ainda menos para as tarefas da casa e para mim... deve sobrar assim algo parecido com zero... 

Quando é que chegam mesmo as férias? 

Sem comentários:

Enviar um comentário