quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Quem já tem saudades do "barrigão"?


A poucos dias do baby Pedro celebrar o seu primeiro aniversário dou por mim a sentir uma certa nostalgia da barriga de grávida. Apesar de reconhecer que houve momentos em que me causava algum transtorno, dores de costas e até cansaço, confesso que cada vez que vejo uma grávida sinto uma certa "inveja", mas da boa, claro!

Agora percebo melhor porque me estavam sempre a dizer para aproveitar bem cada minuto de gravidez, cada momento de crescimento, e sobretudo cada movimento do baby. 

Ainda me custa um bocadinho pensar que não vão haver mais bebés lá em casa. Dispenso as noites em branco por causa das cólicas, as fraldas de 5 em 5 minutos e até o choro intenso e persistente sem "tradução" - pelo menos para nós -, mas não me importava de voltar a passar pela sensação de lhe pegar pela primeira vez e pensar "tão leve"; de sentir aquele cheirinho a bebé indescritível; de vê-lo a olhar para mim com um olhos tão brilhantes quanto curiosos; de sentir o seu coração a bater junto ao meu; e até de andar pelo shopping a escolher peças tão pequeninas que mais pareciam ser para um boneco de brincar do que para um baby a sério.

Mas como nem sempre podemos ter o melhor dos dois mundos e a idade aliada à difícil gestão orçamental que já existe, acho que me vou mesmo ficar pelos dois filhos e tentar animar-me com o facto de «ter a sorte de ter um casalinho» - esta é possivelmente das frases que mais oiço em forma de "apoio moral". 

Sem comentários:

Enviar um comentário