2 anos de baby Pedro


O baby Pedro chegou às nossas vidas há dois anos. 

A primeira vez que o vi, a surgir por trás de um lençol branco que servia para não ter de assistir na 1ª fila à minha própria cesariana, parecia um macaquinho. Muito moreno, meio avermelhado porque estava com o cordão umbilical apertado à volta do pescoço, coberto de pêlos e com muito cabelo e os olhos castanhos muito escuros. 

Amei-o desde o primeiro minuto, mas tive tanto medo de não o conseguir amar da mesma maneira que amava a minha princesa que já estava nos nossos corações há quase três anos. 

Temi totalmente em vão. Hoje percebo isso porque ele tomou de assalto as nossas vidas e os nossos corações. O amor multiplicou-se e hoje amo os dois na mesma proporção. A diferença é que ele é mesmo o menino da mamã. Para tudo é a mamã. E se por um lado é a sensação mais maravilhosa do mundo e que me deixa super babada, também é verdade que é muito cansativo conseguir dar-lhe toda a atenção que ele pede e que merece e não me esquecer de fazer o mesmo com a minha princesa. Ela é super compreensiva, até porque também está completamente in love pelo nosso mini ninja e percebe que ele ainda é "bebé", mas ao mesmo tempo sinto um sufoco cada vez que noto que ela também quer mimos e que quer que eu vá brincar com ela. Legítimo, mas angustiante aqui para a mamã que é só uma... 

Mas lá vamos gerindo, dia a dia, momento a momento... sim, porque isso também é ser mãe: gerir, amar, criar planos para imprevistos e tentar não descurar os mimos e a atenção a multiplicar por dois. 

Share:

0 comentários