E se os pudermos proteger das radiações eletromagnéticas dos smartphones?


Não há estudos que comprovem qual o impacto das radiações eletromagnéticas no ser humano, mas a verdade é que há cada vez mais casos que as relacionam com a possibilidade de desenvolver alguns tipos de cancros e há inclusivamente decisões que nos levam a pensar no perigo que podem representar. A título de exemplo, em 2015, a França proibiu o wi-fi nas creches e em 2017 um tribunal italiano reconheceu que o uso excessivo de telemóvel provocou um tumor. 

Apesar de não ser médica, nem cientista, sou mãe e isso torna-me mais sensível a estas questões, sobretudo porque hoje os miúdos são cada vez mais utilizadores frequentes de smartphones, tablets, TV, videojogos e até de wi-fi que existe em quase todo o lado, inclusivamente nas nossas casas. 

Por isso, quando fui desafiada pela Life Maxx a experimentar os novos patch que reduzem as radiações absorvidas pelo nosso organismo, protegendo-o contra os efeitos biológicos térmicos e não térmicos que estas radiações provocam, nem pensei duas vezes. 

Esta tecnologia é já uma referência mundial, é fabricada em França e dispõe de diferentes patch consoante o aparelho ou o local onde o queremos colocar. 

Dá para colar na parte de trás do smartphone (e não afeta a qualidade das chamadas, nem o acesso à internet = checked), na televisão lá de casa, nos portáteis e nos tablets, nos videojogos, e até nas impressoras e scanners conectados e nos auriculares com bluetooth e nos auscultadores sem fios. E espantem-se ainda mais quando vos disser que também há um patch concebido para os veículos híbridos e eléctricos e até para espaços abertos, como a sala da nossa casa ou o escritório do trabalho. 

Lá em casa já temos nos smartphones dos papás porque os príncipes adoram mexer neles de vez em quando e no tablet que usam ocasionalmente (mas com horário e regras). 

No entanto, ando a pensar num patch para a sala porque é lá que está a TV, o wi-fi, a PlayStation e mais um sem número de aparelhos potencialmente perigosos para eles, mas também para nós. 

A proteção é um bocadinho como o amor, nunca é demais. 

+ info e preços aqui: www.life-maxx-shop.pt



Fotos | Inês Lamego 

Share:

2 comentários

  1. Confesso que desconhecia que existia algo assim...

    Se resulta eficazmente ainda bem...

    Mas como sabemos se resulta?

    E algo bastante confuso pelo menos para mim

    Beijo

    Mimi in the Mirror

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Mimi,

      eu confesso que também fiquei meio na dúvida, mas segundo testes feitos pela Life Maxx estes patches reduzem de facto as radiações absorvidas pelo organismo, protegendo-o assim contra os efeitos biológicos térmicos e não térmicos que estas radiações eletromagnéticas provocam.

      Na prática, nós utilizadores não temos como comprovar se funciona, mas para quem tem crianças e com tantas notícias e já alguns estudos a comprovar que as radiações fazem mal, convenceram-me a reforçar a proteção lá em casa <3

      Um beijinho e obrigada pelo comentário :)

      Eliminar