Desafio: 28 dias a destralhar



Há uns dias, a Cláudia perguntou-me se alinhava participar num desafio que consistia em destralhar durante 28 dias... nem pensei duas vezes e disse na hora que sim. 

No dia seguinte, voltei a ler a mensagem com calma, comentei com o meu marido que se riu porque já me conhece muito bem, e fiquei com ar de pânico quando percebi que tinha aceite livrar-me de 406 objetos que considerava estarem a mais em nossa casa. 

Olhei para ele que se continuava a rir e que acrescentou que se calhar iria ter de escolher entre ele e a TV da sala, que tem a "grande vantagem de ter muitos canais" - acrescentou e eu sorri. 

De facto, devemos levar a vida com uma certa leveza e sentido de humor e ele ensinou-me isso mesmo. Óbvio que passados uns minutos estava a tropeçar em livros e brinquedos dos miúdos e percebi perfeitamente que não ia ser nada difícil encontrar 406 coisas supérfluas, inúteis, desnecessárias, ou que estão simplesmente a mais lá por casa. 

Bem sei que deve haver medicamentos fora do prazo por confirmar; roupa que já não serve aos miúdos e que está no fundo das gavetas das cómodas; papéis, revistas e faturas que se acumulam porque podem fazer falta; brinquedos com os quais a princesa Leonor e o baby Pedro já não brincam provavelmente há meses; e, sobretudo, peças de roupa de uma "Patrícia pré-maternidade" com quais a atual Patrícia ainda sonha, mas que tem noção que não irá voltar a vestir - seja porque não vão de facto servir porque a forma do corpo muda, seja porque o gosto também muda, ou seja simplesmente porque a moda e as tendências não são as meses de há 6 anos, certo? 

Embarco nesta viagem a caminho de uma vida mais minimalista com algum receio, mas sobretudo com muita vontade de me libertar da tralha que me impede de sentir mais livre. 

Somos 11 viajantes, somos todas diferentes, mas estamos todas unidas por uma vida mais simples e mais feliz. 

Convido-vos a acompanharem esta experiência nas contas de Instagram das 11 embaixadoras (links diretos abaixo), a seguirem o hashtag #28diasadestralhar; mas também vos desafio a fazerem parte deste movimento e desta viagem meio louca. 

Tenho a certeza que no final vamos estar todos mais leves. 



(ordem alfabética para terminarmos o desafio todas amigas ihihih)



Share:

0 comentários